Precisa de Empowerment? Pense em Accountability!

Precisa de Empowerment? Pense em Accountability!

MemberImage
9.out.2017
Samir Amad

Quase todos os profissionais dizem que querem ganhar Empowerment (empoderamento). Quase todos dizem que são capacitados. A ligação deveria ser fácil, mas raramente é. A questão é um ponto de vista diferente sobre o que realmente significa Empowerment. No ponto de vista de quem quer, o apelo é muito sedutor: poder decidir sobre suas ações, direções, estratégias, pessoal e etc. Já para quem entrega o Empowerment, o que se espera é uma relação direta da responsabilidade com o resultado. É algo do tipo: toma que o filho é teu.

Significa muito mais do que desfrutar do poder, trata-se de cuidar, nutrir, amparar e ajudar a crescer com todos os desafios que isto significa na dedicação de tempo sem limite e sem aviso. No ambiente profissional, o empoderamento é o processo de permitir ou autorizar um indivíduo a pensar, comportar-se, agir e controlar o trabalho e a tomada de decisões sobre de maneira autônoma, independente e auto-dirigida. É o estado de se sentir auto-habilitado para assumir o controle de seu próprio destino.

Mas para ter isso é preciso entender que você se torna responsável ​​por se responsabilizar. Trata-se de assumir a culpa e a reclamação, e não de apontar os dedos para subordinados, culpar as recessões econômicas e as expectativas irracionais dos clientes em relação aos compromissos perdidos e sim de fazer as coisas acontecerem apesar dos principais obstáculos. Isso tudo sem pisar nos outros, desrespeitar a ética e os limites do ambiente de trabalho.

O empowerment é reconhecido pela realidade. Os que são bem sucedidos reconhecem a magnitude da carga de trabalho e as tarefas específicas necessárias para o sucesso. Profissionais inteligentes sabem que devem entregar um serviço ou produto de qualidade, desenvolver um modelo de negócios vencedor e atrair clientes reais.

Isso exige coragem, compromisso e determinação para ter sucesso. Se a motivação não for forte o suficiente, é fácil para as pessoas caírem e tornar sua falta de propriedade com desculpas, culpas e queixas.

Aceite a responsabilidade total e faça acontecer. Estes são os profissionais que conseguem, apesar das dificuldades apresentar novas abordagens para encantar seus clientes, alcançar metas inovadoras e desenvolver novos serviços ou produtos para mercados que nunca se imaginou.

Do meu ponto de vista, a responsabilidade deve ser o princípio orientador para os que procuram mudar o mundo, bem como para aqueles que desejam se destacar acima do resto.

Você é responsável por ser responsável?